Jornal O Estado de Minas – Biojoias: Bonitas Como Jóias

Matéria publicada no jornal O Estado de Minas conta a história de como a marca de biojoias chegou à capital mineira.

Biojoias: design exclusivo

Para Rosilene Abad, sócia-proprietária do AteliêEspeciarias Savassi, o mercado está sofrendo os efeitos da crise, como o varejo em geral. “A loja existe há nove meses, porém, a AteliêEspeciarias existe desde 2007 em São Paulo onde foi inaugurada a primeira. Hoje, são 13 unidades espalhadas por São Paulo, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo e Minas Gerais, além de uma em Santiago no Chile”, orgulha-se Rosilene. Ela trabalha com biojoias, bolsas de palha de buriti, chapéus de palha de carnaúba, roupas de algodão de cor (orgânicos),sandálias de couro ecológico, artesanatos regionais e perfumes de ambiente orgânicos.

Rosilene explica que “as biojoias têm design exclusivo e são feitas com materiais da biodiversidade brasileira, como folhas e grãos de café, que são desidratados e banhados em ouro. Também são utilizadas pedras brasileiras na confecção das peças, como água marinha e ametista. Além disso, como as biojoias são produzidas pelo Ateliê Especiarias, conseguimos oferecer produtos de qualidade por um custo baixo, o que tem sido um diferencial da nossa loja. Nossa clientes valorizam produtos de qualidade com design diferenciado que gostem de estar na moda sem perder o estilo próprio.”

Rosilene diz que pretende abrir mais uma ou duas lojas, mas o crescimento precisa ser planejado. “Esse planejamento é fundamental também pelo fato de trabalharmos com matérias-primas que são sazonais, como o capim dourado, que tem um período de coleta de pouco mais de um mês por ano, pois segue regras e cuidados de um manejo sustentável.”

Jornal O Estado de Minas - Biojoias: bonitas como joiasJornal O Estado de Minas - Biojoias: bonitas como joias

Termos:

Veja também: