Esmeralda, a deusa verde de todas as pedras

Sempre muito apreciada, desde a antiguidade e conhecidas há mais de 5.000 anos, a Esmeralda sempre foi reconhecida como uma rocha de altíssimo valor e, no início da história da joalheria moderna, era considerada como uma das 4 mais valiosas do mundo. O Egito foi quem intensificou o comércio desta rocha trocando-as por sedas e outras especiarias na China e Índia. Esta última nação, inclusive, comumente escreviam mantras nelas e as transformava em talismãs.

Colar de Esmeralda da Coleção Rupestre
Colar de Esmeralda da Coleção Rupestre

No mundo antigo ocidental – Egito, Grécia e Roma – praticamente todas as rochas que tinham a sua coloração esverdeada eram chamadas de Esmeralda. Atualmente, sabe-se que a verdadeira possui em sua composição o Vanádio, o Cromo e o Ferro junto com o Berilo.

Com a descoberta do Novo Mundo – as Américas – esta rocha foi levada a símbolo de realeza, em especial pela grande quantidade de objetos em Esmeralda encontrados em poder dos incas. Aliás, este povo dava a ela o status de divindade e comumente as usavam em seus cerimoniais.

Brincos de Esmeralda da Coleção Rupestre
Brincos de Esmeralda da Coleção Rupestre

Repleta de mitos, a Esmeralda era muito usada para cura – desde epilepsias a tratamento de venenos – e muitos magos europeus diziam que seu poder de cura era o maior de todos. Talvez isso se deva à rocha ter inclusões e muitas delas possuírem inclusive líquidos ou até mesmo bolinhas de ar ou de cristais. e, ainda assim, continuam com alto valor – diferente dos diamantes que vão perdendo valor com estas inclusões, também chamadas de Jarin (devido a parecerem jardins) -, embora mais propicias a se quebrarem.

Pulseira de Esmeralda da Coleção Rupestre
Pulseira de Esmeralda da Coleção Rupestre

O Brasil possui várias jazidas de Esmeralda, em especial na Bahia; porém as que possuem maior quantidade e qualidade desta rocha estão na Colômbia, muitas dessas até próximas a Bogotá. Existem lá formações únicas e raras nas quais a inclusão natural de carbono as dividem em seis partes quase que uniformes! e são chamadas de Trapiches.

Quer conhecer mais sobre estas rocha maravilhosa? Venha em uma de nossas boutiques, no AteliêEspeciarias!

Termos:

Veja também: