A rosa, sempre ela, que cultiva sentimentos e o amor!

Há mais de cinco mil anos os homens já se encantavam pela beleza simples das Rosas. De todas as flores existentes no planeta, as Rosas são certamente as mais famosas. Sua diversidade em cores e em espécies (são cerca de 150 espécies diferentes) inspiraram mitologias e conquistaram o gosto de todos.

Colar em Ouro Branco, Água Marinha e pétala de Rosa-revestida
Colar em Ouro Branco, Água Marinha e pétala de Rosa-revestida

Na Grécia, por exemplo, nasceu o mito de Afrodite ter se picado com um espinho de rosa e com seu sangue haver colorido as flores que eram brancas. O Romanos, por sua vez, deram a sua versão do nascimento da Rosa, ao narrar que tenha surgido da cooperação entre divindades: o Cupido adicionou os espinhos pelas flechadas que disparara contra as abelhas e a flor em si foi a transformação de uma ninfa morta pela deusa Flora.

De origem asiática, a Rosa – não menos reverenciada – carregava consigo uma simbologia perpetuada também nas demais religiões, além da Hindu: o amor. Afinal, a própria deusa hindu do amor, Lakshmi, nascera desta flor e era sinônimo também de pureza e de beleza. No lado Ocidental do mundo, ela novamente tinha os mesmos atributos, representava a Virgem Maria, e os primeiros rosários eram feitos em pétalas de rosas. O nome, inclusive, deriva de rosarium, que significa roseiral.

No mundo todo e em todas as culturas e épocas, a Rosa se associou como a flor do amor e é por isso que se costuma dar uma rosa ou um buquê dessa flor a quem se ama. Nas boutiques do AteliêEspeciarias elas se transformam em biojoias, tal qual esta que ilustra esta matéria! Gostou? Venha ver as nossas outras Rosas!!!

Veja também: